Como aconteceu com todos os segmentos da economia, o agronegócio foi intensamente impactado pela chegada da pandemia. Entretanto, o processo de modernização do campo, em curso há anos e responsável por contribuições constantes para o crescimento econômico do país, resistiu.

Apesar dos desafios referentes a temas como conectividade, escala, logística, infraestrutura e capital humano, o avanço da digitalização do agronegócio foi acelerado em 2020, considerando tanto grandes quanto pequenos produtores, com resultados maiores nas culturas de soja, milho e cana de açúcar. Vale destacar que, segundo dados do Censo Agro, 1,5 milhão de produtores rurais já acessam dados por meio de dispositivos eletrônicos.

Como a transformação digital do campo vai impactar o setor em 2021? Quais tendências serão destaque ao longo do ano? A CDI Trends Especial falou com nomes de grande representatividade no agro, e eles compartilharam suas impressões sobre o que 2021 pode reservar para este segmento de importância estratégica no Brasil.

***

“O agronegócio tem vencido desafios, graças à constante evolução em tecnologia e modernização de processos em todas as etapas da produção. Em um ano atípico como 2020, a inovação foi essencial para manter a produtividade e o compromisso do agro brasileiro, que não parou e continuou abastecendo o país e o mundo. Para 2021, a tendência é evoluir ainda mais na modernização do campo.

Mais que tecnologia, é preciso continuar a investir nas pessoas, com capacitação e reciclagem de conhecimentos. São elas que gerenciam as inovações, trazendo mais valor ao negócio. Outra tendência que vai continuar em alta é o foco na sustentabilidade. O setor sucroenergético, em especial, tem um papel protagonista nesta história, com o aumento do uso do etanol como forma de diminuir a pegada de carbono na matriz de transportes.” – Jacyr Costa Filho, membro do Comitê Executivo do Grupo Tereos

*** 

“Acreditamos que o processo de digitalização no campo seguirá em larga escala, pois a presença da tecnologia no setor agrícola é fundamental para que os agricultores consigam obter a produtividade desejada em sua lavoura, ajudando na missão do Brasil em alimentar o mundo de forma sustentável e responsável. E no cenário da digitalização no campo, a conectividade se faz cada vez mais presente como uma forte tendência em 2021 e nos anos seguintes, pois é algo fundamental no dia a dia do produtor para se conectar com clientes, fornecedores e acompanhar sua lavoura.

Com os recursos tecnológicos, seguiremos ajudando os homens e as mulheres no campo a obterem altas produtividades em suas propriedades, reduzindo custos de forma cada vez mais sustentável.” Aurélio Pavinato, CEO da SLC Agrícola

***